INTRODUCAO 23

  1. 1
  2. 1
  3. 1
  4. 1
  5. 1
  6. 1
  7. 1

34 O Jeova, tem misericordia deste povo e, como todos os homens pecam, perdoa as transgressoes de teu povo; e que sejam apagadas para sempre.

35 Que a uncao de teus ministros seja selada sobre eles com poder do alto.

36 Que se cumpra neles, como naqueles no dia de Pentecostes; que se derrame o dom das linguas sobre teu povo, sim, linguas repartidas como que de fogo, e sua interpretacao.

37 E que tua casa se encha, como com um vento veemente e impetuoso, de tua gloria.

38 Poe sobre teus servos o testemunho do convenio, para que, quando sairem para proclamar tua palavra, selem a lei e preparem o coracao de teus santos para todos esses julgamentos que estas prestes a enviar, em tua ira, sobre os habitantes da Terra, por causa de suas transgressoes, a fim de que teu povo nao desfaleca no dia da angustia.

39 E em qualquer cidade que teus servos entrarem e o povo dessa cidade aceitar seu testemunho, concede tua paz e tua salvacao a essa cidade; para que eles reunam os justos dessa cidade a fim de que venham a Siao ou a suas estacas, os lugares designados por ti, com canticos de eterna alegria;

40 E ate que isso se realize, nao permitas que teus julgamentos caiam sobre essa cidade.

41 E em qualquer cidade que teus servos entrarem e o povo dessa cidade nao aceitar seu testemunho e teus servos exortarem-nos a que se salvem desta geracao rebelde, que se faca a essa cidade de acordo com aquilo que disseste pela boca de teus profetas.

42 Mas livra, o Jeova, nos te imploramos, teus servos de suas maos e limpa-os de seu sangue.

43 O Senhor, nao nos deleitamos com a destruicao de nossos semelhantes; suas almas sao preciosas a teus olhos;

44 Mas tua palavra tem que se cumprir. Ajuda teus servos a dizerem, com o auxilio de tua graca: Seja feita a tua vontade, o Senhor, e nao a nossa.

45 Sabemos que disseste, pela boca de teus profetas, coisas terriveis concernentes aos iniquos nos ultimos dias-que derramaras teus julgamentos sem medida;

46 Portanto, o Senhor, livra teu povo da calamidade dos iniquos; permite a teus servos que selem a lei e liguem o testemunho, a fim de que estejam preparados para o dia da queima.

47 Pedimos-te, Pai Santo, que te lembres daqueles que foram expulsos pelos habitantes do Condado de Jackson, Missouri, das terras de sua heranca; e retira, o Senhor, o jugo da aflicao que sobre eles foi posto.

48 Tu sabes, o Senhor, que eles tem sido grandemente oprimidos e afligidos por homens iniquos; e nosso coracao transborda de tristeza por causa de suas penosas cargas.

49 O Senhor, ate quando permitiras que este povo suporte essa aflicao e que os clamores de seus inocentes ascendam a teus ouvidos e que seu sangue suba a ti como testemunho, sem mostrares teu testemunho em seu favor?

50 Tem misericordia, o Senhor, da turba iniqua que expulsou o teu povo; que eles cessem de saquear, que se arrependam de seus pecados se lhes for possivel arrepender-se;

51 Mas se nao o fizerem, desnuda teu braco, o Senhor, e redime aquilo que estabeleceste como Siao para teu povo.

52 E se nao puder ser de outro modo, para que a causa de teu povo nao fracasse perante ti, que tua ira se acenda e tua indignacao caia sobre eles, para que sejam aniquilados, tanto raizes como ramos, de debaixo do ceu;

53 Mas caso se arrependam, es clemente e misericordioso e desviaras tua ira quando contemplares a face de teu Ungido.

54 Tem misericordia, o Senhor, de todas as nacoes da Terra; tem misericordia dos governantes de nosso pais; que os principios que foram tao honrosa e nobremente defendidos por nossos pais, ou seja, a Constituicao de nosso pais, sejam estabelecidos para sempre.

55 Lembra-te dos reis, dos principes, dos nobres e dos grandes da Terra e de todos os povos e das igrejas, de todos os pobres, dos necessitados e dos aflitos da Terra;

56 Que se abrande o coracao deles quando teus servos sairem de tua casa, o Jeova, para prestar testemunho de teu nome; que seus preconceitos cedam diante da verdade e teu povo obtenha favor aos olhos de todos;

57 Para que todos os confins da Terra saibam que nos, teus servos, ouvimos tua voz e que tu nos enviaste;

58 Que dentre todos esses, teus servos, os filhos de Jaco, reunam os justos para construirem uma cidade santa a teu nome, como lhes ordenaste.

59 Rogamos-te que estabelecas outras estacas para Siao alem desta, para que a reuniao de teu povo prossiga em grande poder e majestade, a fim de que tua obra se abrevie em justica.

60 Agora, o Senhor, estas palavras proferimos diante de ti a respeito das revelacoes e mandamentos que nos deste, a nos que somos identificados com os gentios.

61 Mas sabes que tens um grande amor pelos filhos de Jaco, os quais por longo tempo tem estado dispersos pelas montanhas, em um dia nublado e de escuridao.

62 Rogamos-te, portanto, que tenhas misericordia dos filhos de Jaco, para que Jerusalem, desta hora em diante, comece a redimir-se;

63 E o jugo da servidao comece a retirar-se da casa de Davi;

64 E os filhos de Juda comecem a regressar as terras que deste a Abraao, seu pai.

65 E facas com que os remanescentes de Jaco, que foram amaldicoados e feridos por causa de suas transgressoes, convertam-se de sua condicao indomita e selvagem a plenitude do evangelho eterno;

66 Que deponham suas armas de carnificina e cessem suas rebelioes.

67 E que todos os remanescentes dispersos de Israel, que foram impelidos para os confins da Terra, conhecam a verdade, creiam no Messias e sejam redimidos da opressao e regozijem-se perante ti.

68 O Senhor, lembra-te de teu servo Joseph Smith Junior e de todas as suas aflicoes e perseguicoes-como ele fez convenio com Jeova e um voto a ti, o Poderoso Deus de Jaco-e dos mandamentos que lhe deste; e de que sinceramente se tem esforcado para fazer tua vontade.

69 Tem misericordia, o Senhor, de sua esposa e filhos; para que sejam exaltados em tua presenca e preservados por tua mao protetora.

70 Tem misericordia de todos os seus parentes proximos, que seus preconceitos sejam derrubados e varridos como que por uma inundacao; que se convertam e sejam redimidos com Israel e saibam que tu es Deus.

71 Lembra-te, o Senhor, dos presidentes, sim, de todos os presidentes de tua igreja, que tua mao direita os exalte com todas as suas familias e seus parentes proximos; que se perpetuem seus nomes e que se conservem na lembranca eternamente, de geracao em geracao.

72 Lembra-te de toda a tua igreja, o Senhor, com todas as suas familias e todos os seus parentes proximos, com todos os seus enfermos e aflitos, com todos os pobres e mansos da Terra; para que o reino que estabeleceste sem maos se transforme em uma grande montanha e encha toda a Terra;

73 Que tua igreja saia do deserto da escuridao e resplandeca formosa como a lua, brilhante como o sol e terrivel como um exercito com estandartes;

74 E adorne-se como uma noiva para o dia em que desvendares os ceus e fizeres com que os montes escoem em tua presenca e os vales se exaltem e os lugares acidentados se aplainem, a fim de que tua gloria encha a Terra;

75 Para que, quando a trombeta soar para os mortos, sejamos arrebatados na nuvem para encontrar-te e estejamos com o Senhor para sempre;

76 Que nossas vestes sejam puras, que nos trajemos com mantos de retidao, com palmas em nossas maos e coroas de gloria em nossa cabeca; e colhamos alegria eterna por todos os nossos sofrimentos.

77 O Senhor Deus Todo-Poderoso, ouve estas nossas suplicas e responde-nos do ceu, tua santa habitacao, onde te assentas entronizado, com gloria, honra, poder, majestade, forca, dominio, verdade, justica, juizo, misericordia e plenitude infinita, de eternidade em eternidade.

78 O ouve, o ouve, o ouve-nos, o Senhor! E responde a estas suplicas e aceita a dedicacao desta casa a ti, obra de nossas maos, que construimos ao teu nome;

79 E tambem esta igreja, para que se ponha sobre ela o teu nome. E ajuda-nos, pelo poder de teu Espirito, para que misturemos nossa voz aos brilhantes e resplandescentes serafins que cercam teu trono com aclamacoes de louvor, cantando: Hosana a Deus e ao Cordeiro!

80 E que estes, teus ungidos, vistam-se de salvacao e teus santos gritem de alegria. Amem e Amem.

SECAO 110

Visoes manifestadas a Joseph Smith, o Profeta, e a Oliver Cowdery, no templo de Kirtland, Estado de Ohio, em 3 de abril de 1 836 (History of the Church 2: 435-436). Naquela ocasiao realizava-se uma reuniao dominical. O Profeta prefacia seu registro das manifestacoes com estas palavras: "A tarde, ajudei os outros presidentes na distribuicao da Ceia do Senhor a Igreja, recebendo-a dos Doze, que tiveram o privilegio de oficiar a mesa sagrada hoje. Apos realizar esse servico para meus irmaos, retirei-me para o pulpito e, estando as cortinas abaixadas, curvei-me com Oliver Cowdery em solene e silenciosa oracao. Apos orarmos, a seguinte visao foi-nos dada "(History of the Church 2: 435).

1-10, O Senhor Jeova aparece em gloria e aceita o Templo de Kirtland como sua casa;

11-12, Moises e Elias aparecem, um de cada vez, e transmitem suas chaves e dispensacoes;

13-16, Elias, o profeta, volta e entrega as chaves de sua dispensacao, conforme prometido por Malaquias.

1 RETIROU-SE o veu de nossa mente e abriram-se os olhos de nosso entendimento.

2 Vimos o Senhor de pe no parapeito do pulpito, diante de nos; e sob seus pes havia um calcamento de ouro puro, da cor de ambar.

3 Seus olhos eram como uma labareda de fogo; os cabelos de sua cabeca eram brancos como a pura neve; seu semblante resplandecia mais do que o brilho do sol; e sua voz era como o ruido de muitas aguas, sim, a voz de Jeova, que dizia:

4 Eu sou o primeiro e o ultimo; sou o que vive, sou o que foi morto; eu sou vosso advogado junto ao Pai.

5 Eis que perdoados vos sao vossos pecados; estais limpos diante de mim; portanto erguei a cabeca e regozijai-vos.

6 Que se regozije o coracao de vossos irmaos e o coracao de todo o meu povo, que, com sua forca, construiu esta casa ao meu nome.

7 Pois eis que aceitei esta casa e meu nome aqui estara; e manifestar-me-ei a meu povo com misericordia nesta casa.

8 Sim, aparecerei a meus servos e falar-lhes-ei com minha propria voz, se meu povo guardar meus mandamentos e nao profanar esta casa santa.

9 Sim, os coracoes de milhares e dezenas de milhares grandemente se regozijarao em consequencia das bencaos que serao derramadas e da investidura com que meus servos foram investidos nesta casa.

10 E a fama desta casa espalhar-se-a por terras estrangeiras; e este e o principio da bencao que sera derramada sobre a cabeca de meu povo. Assim seja. Amem.

11 Depois de encerrar-se esta visao, os ceus tornaram-se a abrir e Moises apareceu diante de nos e conferiu-nos as chaves para coligar Israel das quatro partes da Terra e trazer as dez tribos da terra do norte.

12 Depois disto, Elias apareceu e conferiu-nos a dispensacao do evangelho de Abraao, dizendo que em nos e em nossa semente todas as geracoes depois de nos seriam abencoadas.

13 Concluida essa visao, outra grande e gloriosa visao abriu-se para nos; pois Elias, o profeta, que fora levado ao ceu sem experimentar a morte, apareceu diante de nos e disse:

14 Eis que e chegado plenamente o tempo proferido pela boca de Malaquias-testificando que ele [Elias, o profeta] seria enviado antes que viesse o grande e terrivel dia do Senhor-

15 Para voltar o coracao dos pais para os filhos e os filhos para os pais, a fim de que a Terra toda nao seja ferida com uma maldicao-

16 Portanto as chaves desta dispensacao sao confiadas a vossas maos; e assim sabereis que o grande e terrivel dia do Senhor esta perto, sim, as portas.

SECAO 111

Revelacao dada por intermedio de Joseph Smith, o Profeta, em Salem, Estado de Massachusetts, em 6 de agosto de (History of the Church2: 465-466). Nessa ocasiao os lideres da Igreja estavam muito endividados devido a seu trabalho no ministerio. Ao ouvirem que uma grande quantia de dinheiro estaria a sua disposicao em Salem, o Profeta, Sidney Rigdon, Hyrum Smith e Oliver Cowdery viajaram de Kirtland, Estado de Ohio, para la, a fim de investigar essa noticia e de pregar o evangelho. Os irmaos resolveram varios negocios da Igreja e pregaram um pouco. Quando se tornou evidente que nao haveria dinheiro algum, eles retornaram a Kirtland. Varios fatores importantes relacionados refletem-se nas palavras desta revelacao.

1-5, O Senhor atende as necessidades materiais de seus servos;

6-11, Ele sera misericordioso com Siao e providenciara todas as coisas para o bem de seus servos.

1 EU, o Senhor vosso Deus, nao estou descontente com vossa viagem, apesar de vossa insensatez.

2 Tenho muitos tesouros para vos nesta cidade, para o beneficio de Siao, e muita gente, nesta cidade, que reunirei no devido tempo para o beneficio de Siao, por intermedio de vos.

3 Convem, portanto, que traveis conhecimento com homens desta cidade, como fordes guiados e como vos for indicado.

4 E acontecera que, no devido tempo, porei esta cidade em vossas maos para que tenhais poder sobre ela, de modo que nao descubram vossos planos secretos; e sua riqueza no que diz respeito a ouro e prata sera vossa.

5 Nao vos preocupeis com vossas dividas, porque vos darei poder para paga-las.

6 Nao vos preocupeis com Siao, porque serei misericordioso com ela.

7 Permanecei neste lugar e nas regioes circunvizinhas;

8 E o lugar onde e minha vontade que permanecais principalmente ser-vos-a indicado pela paz e poder de meu Espirito, que fluira para vos.

9 Esse local podereis alugar. E indagai diligentemente a respeito dos habitantes mais antigos e fundadores desta cidade;

10 Pois ha mais de um tesouro para vos nesta cidade.

11 Portanto sede prudentes como as serpentes, mas sem pecados; e ordenarei todas as coisas que forem para vosso bem, tao depressa quanto fordes capazes de recebe-las. Amem.

SECAO 112

Revelacao dada por intermedio de Joseph Smith, o Profeta, a Thomas B. Marsh, em Kirtland, Estado de Ohio, em 23 de julho de (History of the Church2: 499-501). Esta revelacao contem a palavra do Senhor a Thomas B. Marsh a respeito dos Doze Apostolos do Cordeiro. O Profeta relata que esta revelacao foi recebida no dia em que se pregou o evangelho pela primeira vez na Inglaterra. Nessa ocasiao, Thomas B. Marsh era o presidente do Quorum dos Doze Apostolos.

1-10, Os Doze enviarao o evangelho e farao soar a voz de advertencia a todas as nacoes e povos;

11-15, Tomarao sua cruz, seguirao Jesus e apascentarao suas ovelhas;

16-20, Os que recebem a Primeira Presidencia recebem o Senhor;

21-29, As trevas cobrem a Terra e somente os que acreditam e sao batizados serao salvos;

30-34, A Primeira Presidencia e os Doze possuem as chaves da dispensacao da plenitude dos tempos.

1 EM verdade, assim diz o Senhor a ti, meu servo Thomas: Ouvi tuas oracoes; e tuas esmolas subiram como um memorial diante de mim, em favor daqueles teus irmaos que foram escolhidos e ordenados para prestar testemunho de meu nome e envia-lo a todas as nacoes, tribos, linguas e povos pela instrumentalidade de meus servos.

2 Em verdade eu te digo: Havia algumas coisas em teu coracao e contigo com as quais eu, o Senhor, nao estava contente.

3 Contudo, sendo que te humilhaste, seras exaltado; portanto todos os teus pecados sao perdoados.

4 Que teu coracao tenha bom animo perante minha face; e prestaras testemunho de meu nome, nao so aos gentios como tambem aos judeus; e enviaras minha palavra aos confins da Terra.

5 Contende, portanto, toda manha; e dia apos dia emite tua voz de advertencia; e quando vier a noite, nao permitas que os habitantes da Terra adormecam por causa de tuas palavras.

6 Que se conheca tua morada em Siao e nao removas tua casa; porque eu, o Senhor, tenho uma grande obra para fazeres, proclamando meu nome entre os filhos dos homens.

7 Portanto cinge teus lombos para o trabalho. Que se calcem tambem teus pes, pois foste escolhido e teu caminho fica entre as montanhas e entre muitas nacoes.

8 E por tua palavra muitos soberbos serao humilhados e por tua palavra muitos humildes serao exaltados.

9 Tua voz sera uma repreensao para o transgressor; e, diante de tua repreensao, que a lingua do caluniador cesse sua perversidade.

10 Se humilde; e o Senhor teu Deus te conduzira pela mao e dara resposta a tuas oracoes.

11 Conheco teu coracao e ouvi tuas oracoes a respeito de teus irmaos. Nao sejas parcial em relacao a eles, amando-os mais que muitos outros, mas ama-os como a ti mesmo; e que sobeje teu amor por todos os homens e por todos os que amam meu nome.

12 E ora por teus irmaos dos Doze. Admoesta-os severamente por causa de meu nome e que sejam admoestados por todos os seus pecados; e, perante mim, se fiel a meu nome.

13 E depois de suas tentacoes e muitas tribulacoes, eis que eu, o Senhor, procura-los-ei; e se nao endurecerem o coracao e nao enrijecerem a cerviz contra mim, serao convertidos e cura-los-ei.

14 Ora, digo a ti, e o que digo a ti digo a todos os Doze: Erguei-vos e cingi vossos lombos; tomai vossa cruz, segui-me e apascentai minhas ovelhas.

15 Nao vos exalteis; nao vos rebeleis contra meu servo Joseph; pois em verdade vos digo que estou com ele e minha mao estara sobre ele; e as chaves que lhe dei, como tambem a vos, nao serao tiradas dele ate que eu venha.

16 Em verdade eu te digo, meu servo Thomas: Es o homem que escolhi para possuir as chaves de meu reino, no que diz respeito aos Doze, entre todas as nacoes-

17 A fim de que sejas meu servo, para abrir a porta do reino em todos os lugares em que o meu servo Joseph e meu servo Sidney e meu servo Hyrum nao puderem ir;

18 Porque sobre eles, por algum tempo, depositei o fardo de todas as igrejas.

19 Portanto, aonde quer que eles te mandarem, vai, e estarei contigo; e em todo lugar que proclamares meu nome, uma porta eficaz ser-te-a aberta, para que recebam minha palavra.

20 Quem recebe minha palavra, a mim me recebe; e quem me recebe, recebe aqueles que enviei, a Primeira Presidencia, a quem te dei como conselheiros por causa de meu nome.

21 E digo-te tambem que todos os que enviares em meu nome pela voz de teus irmaos, os Doze, devidamente recomendados e autorizados por ti, terao poder para abrir a porta de meu reino a toda nacao a que os enviares-

22 Caso eles se humilhem perante mim e obedecam a minha palavra e deem ouvidos a voz de meu Espirito.

23 Em verdade, em verdade eu te digo: Trevas cobrem a Terra e densa escuridao a mente do povo; e toda carne corrompeu-se diante de minha face.

24 Eis que a vinganca caira rapidamente sobre os habitantes da Terra, um dia de ira, um dia de queima, um dia de desolacao, de pranto, de luto e de lamentacao; e, como uma tormenta, caira sobre toda a face da Terra, diz o Senhor.

25 E sobre minha casa principiara e de minha casa espalhar-se-a, diz o Senhor;

26 Primeiro entre os de vos, diz o Senhor, que professaram conhecer meu nome e nao me conheceram; e blasfemaram contra mim no meio da minha casa, diz o Senhor.

27 Portanto vede que nao vos preocupeis com os negocios da minha igreja neste lugar, diz o Senhor.

28 Mas purificai o coracao diante de mim; e depois ide por todo o mundo e pregai meu evangelho a toda criatura que nao o tiver recebido;

29 E o que crer e for batizado sera salvo; e o que nao crer e nao for batizado sera condenado.

30 Pois a vos, os Doze, e aqueles que forem convosco designados para ser vossos conselheiros e vossos lideres, a Primeira Presidencia, e dado o poder deste sacerdocio para os ultimos dias e pela ultima vez, dias esses que abrangem a dispensacao da plenitude dos tempos.

31 Poder que possuis juntamente com todos os que receberam uma dispensacao em qualquer tempo, desde o comeco da criacao;

32 Pois em verdade vos digo: As chaves da dispensacao que recebestes foram transmitidas pelos antepassados ??e, finalmente, enviadas do ceu a vos.

33 Em verdade vos digo: Vede quao grandioso e vosso chamado. Purificai o coracao e vossas vestes, para que o sangue desta geracao nao seja requerido de vossas maos.

34 Sede fieis ate que eu venha, pois depressa venho; e meu galardao esta comigo para recompensar cada homem de acordo com suas obras. Eu sou o Alfa e o Omega. Amem.

SECAO 113

Respostas a certas perguntas sobre os escritos de Isaias, dadas por Joseph Smith, o Profeta, em marco de +1838 (History of the Church3: 9-10).

1-6, Identificam-se o Tronco de Jesse, o rebento que dele brotaria e a raiz de Jesse;

7-10, Os remanescentes dispersos de Siao tem direito ao sacerdocio e sao chamados para voltar ao Senhor.

1 QUEM e o Tronco de Jesse mencionado nos versiculos 1, 2, 3, 4 e 5 do capitulo 11 de Isaias?

2 Em verdade, assim diz o Senhor: E Cristo.

3 O que e o rebento mencionado no primeiro versiculo do capitulo 11 de Isaias, que brotaria do Tronco de Jesse?

4 Eis que assim diz o Senhor: E um servo nas maos de Cristo, que em parte e descendente de Jesse assim como de Efraim, ou seja, da casa de Jose, a quem foi dado muito poder.

5 O que e a raiz de Jesse mencionada no versiculo 10 do capitulo 11?

6 Eis que assim diz o Senhor: E um descendente de Jesse, assim como de Jose, a quem por direito pertencem o sacerdocio e as chaves do reino, posto por estandarte e para a coligacao de meu povo nos ultimos dias.

7 Perguntas de Elias Higbee: Qual o significado da ordem dada no primeiro versiculo do capitulo 52 de Isaias, que diz: Veste-te da tua fortaleza, o Siao-e a que povo se referia Isaias?

8 Referia-se aqueles a quem Deus chamaria nos ultimos dias, que possuiriam o poder do sacerdocio para fazer Siao voltar e efetuar a redencao de Israel; e vestir a sua fortaleza e vestir-se da autoridade do sacerdocio, a qual ela, Siao, tem direito por linhagem; tambem, para voltar ao poder que perdera.

9 O que devemos entender por Siao soltando-se das cadeias de seu pescoco, no versiculo 2?

10 Devemos entender que os remanescentes dispersos sao exortados a regressar ao Senhor, de quem se afastaram; se o fizerem, o Senhor promete que lhes falara ou lhes dara revelacoes. Ver os versiculos 6, 7 e 8. As cadeias de seu pescoco sao as maldicoes de Deus sobre ela, ou seja, os remanescentes de Israel em sua dispersao entre os gentios.

SECAO 114

Revelacao dada por intermedio de Joseph Smith, o Profeta, em Far West, Estado de Missouri, em 17 de abril de 1838 (History of the Church 3:23).

1-2, Os cargos da Igreja ocupados por aqueles que nao sao fieis serao dados a outros.

1 EM verdade assim diz o Senhor: E prudente que meu servo David W. Patten resolva todos os seus negocios logo que possivel e disponha de sua mercadoria a fim de realizar uma missao para mim, na proxima primavera, em companhia de outros, sim, doze incluindo ele proprio, para testificar meu nome e levar alegres novas a todo o mundo.

2 Pois em verdade assim diz o Senhor: Visto que ha entre vos alguns que negam meu nome, outros serao postos em seu lugar e receberao seu bispado. Amem.

SECAO 115

Revelacao dada por intermedio de Joseph Smith, o Profeta, em Far West, Estado de Missouri, em 26 de abril de 1838, informando a vontade do Senhor concernente ao desenvolvimento do lugar e a construcao da casa do Senhor (History of the Church3: 23-25). Esta revelacao e dirigida aos oficiais presidentes da Igreja.

1-4, O Senhor da a sua igreja o nome de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Ultimos Dias;

5-6, Siao e suas estacas sao lugares de defesa e refugio para os santos;

7-16, Ordena-se aos santos que construam uma casa do Senhor em Far West;

17-19, Joseph Smith possui as chaves do reino de Deus na Terra.

1 EM verdade, assim vos diz o Senhor, meu servo Joseph Smith Junior e tambem meu servo Sidney Rigdon e tambem meu servo Hyrum Smith e vossos conselheiros que sao e serao designados daqui em diante;

2 E tambem a ti, meu servo Edward Partridge, e a teus conselheiros;




INTRODUCAO 12 | INTRODUCAO 13 | INTRODUCAO 14 | INTRODUCAO 15 | INTRODUCAO 16 | INTRODUCAO 17 | INTRODUCAO 18 | INTRODUCAO 19 | INTRODUCAO 20 | INTRODUCAO 21 |

© um.co.ua -